A Associação Brasileira de Academias (ACAD) reúne estabelecimentos do setor fitness com a finalidade de desenvolver o mercado no segmento, promover a atividade física no país e prestar suporte aos associados quando necessário.

Desde o início do fechamento das academias, diretores da ACAD têm interagido com representantes de governos municipais, estaduais e de autoridades do governo federal, para levar o pleito do segmento e sugestões de enfrentamento.

Como em alguns Estados a reabertura já está sendo planejada, a entidade lançou a Cartilha de procedimentos de reabertura, para garantir a segurança de colaboradores e seus clientes, e impedir que sejam aprovadas normas que inviabilizem o funcionamento destes estabelecimentos. O material produzido pela ACAD tem base na reabertura já experimentada por outros países e em recomendações da OMS. Caberá ao poder público de cada região avaliar o momento mais adequado para esta retomada.

  • Ministério da Economia

A ACAD faz parte do grupo de trabalho de Serviços Continuados do Ministério da Economia. O setor de academias tem tido receita zero na pandemia. No dia 5 de maio, acontece mais uma reunião deste Comitê, com o objetivo de propor novas colocações e solicitar auxílio nos pontos que ainda não foram contemplados para o setor.

  • Governo de São Paulo

Em São Paulo, a fase de reabertura dos negócios está prevista para ter início, de forma gradual e responsável, a partir de 11 de maio. Muitos países iniciaram a retomada após 40-60 dias do início do lockdown. Nos próximos dias haverá reuniões que vão estabelecer um cronograma de reabertura das academias, bem como dos protocolos a serem adotados. Para donos de box, academias e estúdios segue o link da Cartilha elaborada pela ACAD com orientações sobre a reabertura de seus estabelecimentos.

“Procedimento de Reabertura dos Estabelecimentos” Acesse Aqui!