Use esses alimentos vão te ajudar a maximizar sua recuperação e otimizar o desempenho, após o treino.

Quando você treina, sem a nutrição certa e alimentos mais saudáveis ​​para ajudar na sua recuperação e no desempenho, você simplesmente não terá um desempenho e se desenvolverá de acordo com seu pleno potencial. Listamos aqui 8 alimentos para ajudar a manter sua nutrição sob controle, de acordo com orientação de uma especialista.

1. FRUTAS VERMELHAS

Além de serem absolutamente deliciosas, também podem ajudá-lo a cuidar de seus músculos doloridos. Elas também ajudam na produção de hormônios do sono que ajudam você a descansar melhor.

Quem não ama uma tigela grande de frutas coloridas?!? As frutas vermelhas são regularmente consideradas um superalimento e por um bom motivo. Estão repletas de antocianinas, fibras, polifenóis e vitaminas que ajudam a acelerar a sua recuperação. Elas podem ser consumidas a qualquer hora, mas podem ser especialmente úteis quando você está em um ciclo de treinamento intenso e precisa de todo o apoio possível.

Como usar – Adicione ao seu café da manhã – em cima de iogurte grego / mingau / panquecas de proteína. Misturado em um smoothie – usar frutas congeladas é uma maneira econômica de comprá-las e reduzir o desperdício

2. CÍTRINOS

A vitamina C é essencial para a cura da pele, das cicatrizes e dos vasos sanguíneos. Uma vez que o corpo não pode produzir vitamina C por conta própria, consumir frutas cítricas garantirá que você esteja bombeando o suficiente para que seu corpo se conserte. A vitamina C ajuda a fortalecer o sistema imunológico, auxilia na taxa de absorção do ferro e é um importante antioxidante que regenera outros antioxidantes no corpo. A redução do estresse é uma função secundária, mas ajuda você a ficar relaxado e a se recuperar de um treinamento de alta intensidade.

Você pode facilmente conseguir sua demanda de vitamina C em alimentos como:

Brócolis

Couve-flor

Melões

Laranjas

Morangos

Pimentas

Goiabas

Couve

kiwi

Os suplementos não são necessariamente necessários. A demanda diária de vitamina C é de 100 mg (igual a um kiwi). O corpo humano não pode armazenar vitamina C nem produzi-la, por isso é absolutamente essencial que tenha em sua dieta. Os sintomas de deficiência são hematomas e sangramento fáceis, dores nas articulações e nos músculos e sistema imunológico enfraquecido.

3. BRÓCOLOS E VEGETAIS CRUCIFEROSOS

Também rico em vitamina C, o brócolis tem propriedades que matam os radicais livres. Estes, são coisas que o corpo cria quando há estresse ou após uma atividade física intensa. Eles interferem no processo de cura do corpo, então o que o brócolis faz é lutar contra os bandidos.

Pelo menos uma porção de brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, couve manteiga ou repolho deve estar no seu prato ou no seu smoothie diariamente. Contendo altos níveis de fibras, ácido fólico, vitaminas B, vitamina C e compostos para ajudar a remover toxinas, esses vegetais estão regularmente no topo das listas dos alimentos mais saudáveis ​​do mundo.

Sabemos que a natureza intensa da prática do crossfit pode levar ao aumento da inflamação no corpo. Também sabemos que os vegetais verdes podem diminuir os níveis de inflamação e reduzir o estresse oxidativo, permitindo que você continue voltando para mais.

Como usar – As sopas são uma ótima maneira de incluir vegetais diferentes em seu plano de nutrição. Couve-flor com curry, frango tailandês e brócolis ou caldo verde, pesto são algumas ótimas opções.

Adicionar verduras em smoothies também é recomendado. Misturar couve e brócolis em um smoothie contendo manteiga de amêndoa, proteína de chocolate, cacau em pó, leite de amêndoa e abacate fornecerá uma grande dose de nutrientes para turbinar seu desempenho nos treinos de crossfit.

4. ESPINAFRE

Quando você se exercita, pode não sofrer nenhum ferimento, como um corte ou machucado, mas o desgaste dos músculos também é uma forma de lesão. Você precisa de glóbulos brancos para prevenir infecções, então precisa de vitamina A para mantê-los em boa forma. O espinafre contém vitamina A.

Benefícios:

Baixo teor de gordura e ainda mais baixo em colesterol

Espinafre é rico em niacina e zinco

Proteína, fibra

Vitaminas A, C, E e K

Tiamina, vitamina B6, folato, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, cobre e manganês

5. SALMÃO

O salmão é um depósito de ácidos graxos ômega-3. Agora, por que você precisa deles? Porque quando você se exercita, pode sentir inflamação, o que causa dor. Esses ácidos têm a capacidade de reduzir a inflamação e eliminar a dor. Também é uma excelente fonte de proteína.

O consumo de salmão traz inúmeros benefícios à saúde:

Ácidos gordurosos de omega-3

Fósforo

Magnésio

Vitaminas A e D

Quantidades significativas de proteína

6. FRANGO

O frango é rico em proteínas e contém altos níveis de zinco, que desempenha um papel importante na recuperação após o treino.

Benefícios:

Selênio – o frango é uma grande fonte de selênio, um oligoelemento que combate o câncer.

Vitamina B6 – A vitamina B6, ou piridoxina, é encontrada no frango e ajuda no processo metabólico de proteínas e carboidratos. Auxilia na produção de insulina, glóbulos brancos e vermelhos, neurotransmissores, enzimas, DNA, RNA e prostaglandinas.

Vitamina B3 – A vitamina B3 é responsável por converter carboidratos em energia e manter a saúde das células do corpo.

7. CANELA

Além do fato de que pode fazer quase tudo ficar saboroso, também é conhecido por armazenar carboidratos na dieta que são essenciais para a reparação de músculos e tecidos. Também pode ajudar na perda de peso. Então, você sabe o que adicionar aos seus sucos e vitaminas um pouco de canela que vai ajudar muito, e suas habilidades antioxidantes são o que a torna especialmente benéfica para incluir em sua dieta. Apenas 1/2 colher de chá de canela por dia pode ter efeitos positivos nos níveis de açúcar no sangue, digestão, imunidade e muito mais. Ele também contém:

Cálcio

Ferro

Manganês

8. OVOS

A proteína é essencial para a recuperação após os treinos e sessões de treinamento. Os ovos são conhecidos por terem uma alta concentração de leucina e aminoácidos, o que os torna perfeitos para a reparação de músculos e tecidos.